1

1
Vento nunca levará a História e as memórias!

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Estrada Valado - Bárrio


No dia 26 de Outubro de 1901, foi endereçado à Junta da Paróquia do Valado, o ofício que se reproduz e emanado do Conselho de Administração Municipal.
Nele se comunica o envio da planta da estrada que irá ligar o Valado ao Bárrio. para que a Junta Paroquial dê o seu parecer.
Não era uma via de comunicação absolutamente necessária para o Valado, mas de qualquer modo vinha pôr à disposição das pessoas um caminho alternativo, e uma possibilidade de intercâmbio com os vizinhos do Bárrio, ao mesmo tempo que possibilitava a estes a maior facilidade para chegarem às terras agrícolas...que detinham no vale!

Hélio Matias  

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Aqui há Gás!!!

Este era o anúncio a incentivar o consumo do gás em...1961!
Hoje temos a imagem Policlorida e Photoshop da "menina" com um botija às costas!
...Os tempos ...mudaram!

Hélio Matias

domingo, 20 de outubro de 2013

Grupo Cívico em 1940...no Valado

João Luís Santos, Mineiro, Alvaro Martins, Daniel Xavier Coelho e António Maurício

Em todas as localidades, é necessário que haja núcleos de pessoas...colectividades...associações, que funcionem de "alavanca" para incrementar iniciativas, etc.  
O Valado não fugiu obviamente a este quadro e...
Frente ao actual Café Helcar...ainda não havia o edifício dos "antigos" Correios, perfila-se um grupo de Valadenses "ilustres", no fim homens que desenvolviam a sua actividade desde o Comércio...Estação do Caminho de Ferro...Ensino,  que deram o melhor das suas capacidades em actividades lúdicas como o teatro...criação de colectividades, etc.
Estamos cerca da década de 1940...o Valado era também assim!


Hélio Matias

terça-feira, 15 de outubro de 2013

Fonte da Farmácia


Esta é a Fonte da Farmácia, encostada na parede do prédio da farmácia, e no mesmo local onde existiu a Fonte de Baixo.
Nem sempre apresentou um aspecto cuidado como se pode constatar...a degradação é evidente, o que "ligado" a pouca ou quase nenhuma utilização, levou a que há alguns anos fosse pura e simplesmente demolida!
Compreendo a argumentação de que a humidade a "entranhar-se" na parede, podia trazer problemas, mas para um pouco de história que esta fonte representava, estaremos perante mais uma situação em que a intervenção dos poderes autárquicas...deveria preservar este "naco" da história do Valado!
...Era muito simples, desactivavam-na...secavam-na e...cuidavam dela, mas para isso seria necessário ter um pouco de "gosto"...o que neste aspecto da história/etnologia nunca foi grande preocupação de quem "manda"!

Hélio Matias

sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Quem é este jovem?

Esteve recentemente nas primeiras páginas de todas as notícias!
Sobreviveu!
...Quem é?

Hélio Matias

segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Casa Mortuária

Acta da Junta de Freguesia, no dia 5 de Novembro de 1930.
Para além de outras questões tratadas, foi resolvido oficiar à Comissão Administrativa da Câmara Municipal, pedindo um subsídio não inferior a três mil e quinhentos escudos (cerca de 17,5 €), destinados à construção da Casa Mortuária no Novo Cemitério e uma pequena reparação na sala das reuniões da Junta.
Era assim dum modo simples que era possível a colaboração entre os orgãos autárquicos...não como hoje!

Hélio Matias

domingo, 6 de outubro de 2013

A Minha Tropa...Guiné Bissau



Está hoje um pouco "na moda" escrevermos...os combatentes da Guerra Colonial...sobre as experiências que cada um de nós viveu!
Também entrei um pouco nessa "linha", não para "cantar" os feitos porque passei ou vivi, mas tão só com a intenção de deixar um pequeno testemunho...94 páginas, para que os meus netos guardem uma memória do que me aconteceu e que DESEJO eles NUNCA vivam.
Editei por isso mesmo somente uns 10 exemplares e tentei ilustrá-lo profusamente com imagens não chocantes!
Também não se trata dum libelo de cariz patriótico...sou decididamente contra.
A Pátria não pode existir quando nos chama "a seu belo prazer", olvidando e endeusando os que por ventura apresentam uma "epiderme" diferente da grande maioria.
A Pátria é de todos nós...e todos temos com ela obrigações, mas não podemos é servir para...somente a servir!
Que a Guerra não torne, para evitar...mortos...estropiados...vidas desfeitas!
Da Pátria...continuo hoje confuso entre o que ela me deu e...o que hoje me pede!
Apetece ler Camões ao contrário!...

                                  Partida de Lisboa, Outubro 1964                      


1964, ainda por uns dias em Bissau


 1964, momento de pausa já no "mato" em Nova Lamego

                                          1965, Desfile em Nova Lamego...para "impressionar"




1965, imagens duma "visita" a Canquelifá e Buruntuma nas fronteiras com o Senegal e Guiné Konakry...momentos muito difíceis em todos aspectos!...Esquecer...esquecer...esquecer!?


Hélio Matias


terça-feira, 1 de outubro de 2013

Fauna do Valado


O meu amigo Rui Marques é um "fanático" da fotografia, que cultiva com grande paixão como o seu passatempo.
E é vê-lo aos Sábados de manhã a percorrer os campos do Valado, onde surpreende e nos surpreende, com estas belas imagens que encontrei.
É ali junto aos Vales, na baixa do rio dos Moinhos, que ele capta estes interessantes instantâneos, de borboletas, lagartas, etc no seu habitat natural, o que já vai sendo pouco comum conseguir.
Pena é que não se faça a classificação taxonómica, mas a seu tempo o conseguiremos.
Obrigado Rui...por estas belíssimas imagens!

Hélio Matias