1

1
O vento nunca levará a História e as memórias!

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

A Semana Nazarena Nº O


A Nazaré existindo como Município há cem anos, está neste momento a comemorá-los, sempre teve uma vida cultural e de intervenção digna de registo, onde curiosamente existe também um "conjunto" alargado de pessoas que se distinguiram em áreas as mais díspares.
Não vou "alargar-me" mais sobre este tema, há Nazarenos que estão muito mais "abalisados" que eu para o fazer e que espero um dia alguém o faça.
Tudo isto a propósito da visita que fiz ao Centro Cultural para visitar a exposição sobre os 100 anos do Município e ter-me confrontado com uma "imensidade" de informação pertinente.
Gostei do que vi!
Percorrendo o meu arquivo e balanceado pela referida visita, encontrei este jornal, A Semana Nazarena com o Nº O!
Um "achado"!
E muito interessante por a última página apresentar A Semana Cisterciense nº O.
Temos portanto uma parceria na edição deste jornal.
Sobre o conteúdo...só abrindo e visitando!



Hélio Matias

Prometemos

La Rochefoucauld (1613-1680), escritor e moralista francês
in Público

Hélio Matias

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Sabonete Lux


Para 1960, era um anúncio já muito elaborado.
Por esta época é um dos primeiros e poucos que concilia já a cor e o tratamento de imagem
Certo, é que os Lux continuam por aí!

Hélio Matias

O que é ensinado

Ralph Waldo Emerson (1803-1882), escritor; poeta e ensaista norte-americano
in Público

Hélio Matias

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Você será Esbelta!

15 Setembro 1960, era assim uma campanha de emagrecimento!
Sem cor, sem "suportes" de tratamento de imagem, mas eficiente.
Sem dietas e sem sacrifícios...parece-me que já ouvi isto!


Hélio Matias

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Nazaré...Livro Turístico


Pequeno livro de informação turística, com capas e desenhos de Abílio Leal de Matos e Silva, e fotografias dos postais ilustrados de Alvaro Laborinho e E. Portugal.
Edição da Comissão de Iniciativa da Nazaré, impresso por Bertrand (Irmãos) Lda..
Livro com 16 páginas...trilingue (Português, Inglês e Francês)...foi publicado em 1936.
As informações que engloba, vão da Nazaré como praia - vila - situação, ao clima, comunicações, hospedagem e casas de aluguer, correios, distracções, concertos, pontos de interesse, o tipo de água de consumo e até...o serviço clínico existente - 4 médicos, 2 dentistas e 4 farmácias.
Um pequeno livrinho com muita útil informação, a não deslustrar para o ano...1936!

Hélio Matias

Descanso do mar

Aristóteles Onassis
in DN

Hélio Matias

terça-feira, 20 de novembro de 2012

Sofrer...para bela ser


Em 15 Setembro 1960, era assim que a Crónica Feminina publicitava um programa de emagrecimento.
Como seria hoje(?!)...basta abrir um jornal qualquer!

Hélio Matias

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Os Adversários

J. W. von Goethe (1749-1835), escritor e cientista alemão
in Público

Hélio Matias

sábado, 17 de novembro de 2012

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

domingo, 11 de novembro de 2012

Doces Conventuais...Alcobaça


Ei-los que chegam!
Ano após ano...e já vão 14 mostras, os Doces & licores Conventuais voltam a Alcobaça!
É um evento que se realiza nos espaços do Mosteiro...o local próprio, e que de cada vez "cativa" mais visitantes, portugueses e estranjeiros.
É quase uma "montra de vaidades", onde cada expositor/vendedor procura esmerar-se no que faz e apresenta.
Vamos ter outra vez milhares de visitantes e a maioria sairá de Alcobaça encantada e saciada...assim o espero!

Hélio Matias

Vencedor e Vencido

Charles de Montalembert (1810-1870), publicista francês
in Público

Hélio Matias

sábado, 10 de novembro de 2012

quinta-feira, 8 de novembro de 2012

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Quem é este Jovem?


Aqui a dificuldade da identificação estará complicada não só pela imagem que conhecemos de adulto, sendo certo que a sua vida em jovem, também não se coaduna...com o que fo!

Hélio Matias

terça-feira, 6 de novembro de 2012

Brasão do Valado dos Frades


No Diário da República, III série de 15 de Novembro de 2004, foi publicada a  Ordenação Heráldica do Brasão que ficou “pertença” do Valado.
Tive o privilégio de ser o “mandatário” pela Câmara Municipal da Nazaré, cujo elenco integrava, junto da organização estatal que tinha a competência para a definição dessas insígnias.
Como é lógico, as “armas heráldicas” têm a representação de características, factos e outros valores, que estejam de algum modo interligados ou sejam genuínos.
Foi assim que dos elementos transmitidos surgiu a conclusão do Brasão do Valado:
- O verde do escudo, simboliza uma agricultura de regadio onde essa cor está sempre presente, portanto os campos do Valado.
- As 3 espigas de milho, recordam a cultura que durante décadas foi a privilegiada nos nossos campos.
- As 3 flores do lis, a presença desde sempre e razão de existir do próprio Valado, dos Monges de Cister, oriundos da França, que tem estas flores como um dos seus símbolos nacionais.
- A atravessar todo o escudo, uma faixa serpenteando em cor prata-azulada, simboliza a presença dos inúmeros cursos de água, os nossos rios, razão para a agricultura que praticamos.
- A coroa mural de 4 torres, é inerente ao próprio estatuto administrativo da povoação.
- O listel branco, tem inscrito Valado dos Frades
Este é o brasão que consubstancia as grandes realidades histórico-geográficas que definiram a história passada do Valado…não a contemporânea!

Hélio Matias

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Instituições

François René de Chateaubriand (1768-1848), escritor francês
in Público

domingo, 4 de novembro de 2012

sábado, 3 de novembro de 2012

sexta-feira, 2 de novembro de 2012